Contratos Futuros, você sabe o que é?

Os contratos de futuros são contratos de compra e venda elaborados dentro de um padrão, onde é especificado o produto que é negociado, as características daquele produto, conforme regulamentação da Bolsa. Por exemplo, o contrato futuro do café deve obrigatoriamente ser negociado em 100 sacas, não pode ser menos do que isso.

Através desses contratos, as parte compradora e vendedora assumem o compromisso de comprar e vender uma determinada quantia de um ativo financeiro ou ativo “real” (bens tangíveis), em uma data futura.

Por terem um padrão, os contratos futuros são negociáveis em bolsa. Constituem a base do chamado mercado futuro ou mercado de futuros.

Portanto, o mercado futuro que opera através de contratos no qual se estabelece um compromisso entre comprador e vendedor de venda ou compra, em uma data futura, de determinado ativo (podendo ser commodity, moeda estrangeira, ação, valor mobiliário, etc.) a um preço pre determinado. No mercado futuro, os investidores apostam em cotações futuras dos ativos, para se proteger ou simplesmente especular.

Assim como no contrato a termo tradicional, o contrato futuro estabelece a liquidação física ou financeira (diante da compra concretizada e da venda de uma certa quantidade de uma mercadoria ou ativo financeiro) em data futura, por um preço estipulado. Porém, enquanto no mercado a termo os compromissos são liquidados integralmente nas datas de vencimento, no mercado futuro o contratante não precisa “carregar sua posição” até a data de vencimento. Isto é possível porque, nos contratos futuros, os preços dos ativos são ajustados diariamente, segundo as expectativas do mercado,  expressas pelas cotações desses ativos diários na Bolsa.

Desta forma, o contratante pode negociar e transferir sua obrigação para outra pessoa, antes da data de vencimento do contrato, auferindo lucro ou prejuízo, conforme o preço do dia. Dada a possibilidade de liquidação a qualquer momento, diz-se que os contratos futuros são muito mais líquidos do que os contratos a termo tradicionais.

Se você gostou deste post deixe um comentário e compartilhe com um amigo!

Tags: , , ,

Arquivado em Análise Geral

Leia outros artigos relacionados

Deixe um comentario